31.8.07

Balanço de Férias - Livros

O Mundo é plano - Thomas Friedman Diário de um Skin - António Salas Fortaleza Digital - Dan Brown O Pecado de Darwin - John Darnton O Português que nos pariu - Angela Dutra de Menezes

3 comentários:

M disse...

E Valeu a pena? Alguma coisa de particularmente interessante e recomendável?

O Pai disse...

Olá M.

Desta vez foram livros com temáticas e características diferentes.

Fortaleza Digital, primeiro livro de Dan Brown - autor do Codigo da Vinci. Interessante e rápido de ler. Livro de praia.

O Português que nos Pariu, registo muito interessante. A História de Portugal resumida, de brasileira para brasileiros. Gostei e ri bastante.

O Pecado de Darwin, romance sobre a figura de Darwin que mostra uma eventual faceta menos correcta. Gostei de ler o livro, contado a dois tempos. Ainda não sei se gostei da história.

O Diário de um Skin - Resultado de uma infiltração de um jornalista no meio Skin espanhol durante mais de um ano e resumido neste livro. Passei a olhar de forma diferente para as claques de futebol e outras pessoas com quem nos cruzamos. Bom trabalho de investigação.

O Mundo é Plano, um livro de peso que acabei de ler nestas férias. Tinha começado nas anteriores, deixei um restinho para acabar nestas. O Autor pretende demonstrar que as alterações recente no nosso mundo e nomeadamente as provocadas pelas tecnologias de informação e resultantes da globalização podem servir para nivelar oportunidades entres as diversas sociedades e indivíduos. Gostei muito e recomendo. Em contra ponto, ou quem sabe complemento a este livro, estou a ler o "Fim do Petróleo", documento relevante e que nos leva a questionar o modo de vida e organização quando o petróleo acabar (que se estima durante o século actual). Mas ainda vai a meio, e por isso, ainda não tenho a opinião totalmente formada.

Lamento ter sido superficial na análise mas não temos disponibilidade para mais.

Obrigado pelas visitas e até breve.

M disse...

Superficial?!! Agradeço imenso! O Português que nos pariu andava a despertar o meu interesse. Talvez lá vá. Obrigadíssima pela recensão crítica. Apreciei, muito sinceramente.